Fr. IGNACIO RAMOS filho de Manoel Ramos Parente, e Andreza Cazada, e irmaõ do P. Domingos Ramos da Companhia de Jesus de quem se fez memoria em seu lugar, naceo em a Cidade da Bahia Capital da America Portugueza, e no Convento patrio de N. Senhora de Monte do Carmo recebeo o habito a 17 de Iulho de 1672. onde aprendeo Filosofia, e Theologia. Sendo já Pregador, ministerio que sempre com geral aplauzo exercitou, negocios urgentes da sua familia o obrigaraõ a passar a Lisboa no anno de 1685 donde passando a Roma já com o gráo de Prezentado para votar como Procurador do Vigario Provincial do Brazil no Capitulo celebrado no Convento de Santa Maria Transpontina a 27 de Mayo de 1692. sahio com o gráo de Mestre, e nomeado Vigario Provincial do Brazil pelo Geral da Ordem Fr. Ioaõ Feixoo de Villalobos. Para administrar esta Prelazia sahio de Lisboa, e depois de experimentar varias tormentas com que foy obrigado a arribar as Ilhas do Fayal, e Martinica, chegou á Cidade da Bahia onde tomou posse a 14 de Dezembro de 1693. e foy Vizitador, e Reformador Gera1 dos Conventos da Reforma de Pernambuco. Segunda vez passou a este Reyno donde fez segunda jornada a Roma no anno de 1700. como Procurador da Provincia de Portugal, e no Capitulo celebrado em 1704. lhe foraõ concedidos os privilegios de Ex Vigario Provincial, e Definidor perpetuo. Foy Secretario desta Provincia, e Prior do Convento de Lisboa de que tomou posse a 12 de Setembro de 1714. em cujo governo mostrou em beneficio dos subditos a grande prudencia, e summa affabilidade de que era ornado. Falleceo no mesmo Convento a 18 de Novembro de 1731. Publicou.

Ramos Evangelicos divididos em Sermoens Panegyricos, e doutrinaes em varias celebridades. Tom. 1. Lisboa na Officina Ferreiriana. 1724. 4.

Tomo 2 ibi na mesma Officina. 1726. 4. Consta de Sermoens Quadragesimaes. Tomo 3 ibi por Antonio Pedrozo Galraõ. 1724. 4.

Tomo 4. ibi por Pedro Ferreira 1730. 4.

Delle faz memoria Fr. Manoel de Sá Mem. Hist. de Escrit. Portug. da Prov. do Carm. pag. 202.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]