Fr. IGNACIO DE SANTA ROSA Naceo em Lisboa a 31 de Julho de 1709. Na tenra idade de doze annos deixando a companhia de seus Pays Manoel da Costa, e Maria dos Santos passou com seu Tio à Cidade de S. Sebastiaõ do Rio de Ianeiro onde aprendeo Grammatica em o Collegio dos Padres Iesuitas no breve espaço de anno e meyo, e compoz sendo de quatorze annos hum Poema em Versos Elegiacos do qual era o argumento aquellas palavras do Apostolo Cupio dissolvi, et esse cum Christo. Admirados os Mestres da monstruosa viveza do seu talento o rogaraõ para que vistisse a roupeta de Iesuita, e estando jà aceito pelo Provincial o Padre Manoel Dias levado da devoçaõ cordial, que tinha a S. Francisco preferio o seu instituto ao de Santo Ignacio recebendo o serafico habito no Convento de S. Boaventura da Villa de Casserebú da Provincia da Imaculada Conceiçaõ do Rio de Ianeiro onde solemnemente professou a 4 de Setembro de 1725. Igual foy o progresso, que a sua comprehensaõ fez nas sciencias severas ao que se tinha admirado em as amenas pois naõ contando mais, que hum mez de Ouvinte de Filosofia era chamado Pythagoras pelos seus condiscipulos. Foy substituto desta Faculdade quando tinha 25 annos de idade, que pudera dictar como proprietario. Sendo versado em ambos os Direitos, e Theologia Moral o naõ he menos na Poetica, e Oratoria de que saõ claros argumentos as obras seguintes.

Oratio in laudem P. Ferdinandi à D. Antonio Provinciae Immaculatae Conceptionis meritissimi Moderatoris cum ex Comitiis Generalibus in suam Provinciam rediret. Tinha por Thema Nox praecessit, dies autem approquinquavit D. Paul. ad Roman. 13. n. 12. M. S.

Oratio in Laudem R. P. Fr. Ludovici à S. Rosa Provinciae Moderatoris prudentissimi. Tinha por Thema Induamur arma Lucis. S. Paul. ad Roman. 13. n. 12. M. S.

Oratio in Laudem Illustrissimi Domini D. Fr.Iozephi Fialho Episcopi Pernambucensis. Tinha por Thema. Nemo natus est in terra ut Ioseph. Ecclesiast. cap. 49. n. 16. e 17. M. S.

Oraçaõ dedicada ao Illustrissimo Cabbido da Cidade de Loanda. Tinha por Thema. In Christo IESU per Evangelium ego vos genui. D. Paul. 1. ad Corinth. cap. 4. n. 15. M. S.

Oraçaõ em aplauzo de Rodrigo Cesar de Menezes Capitaõ Geral do Reyno de Angola recitada em huma Academia na Cidade de Loanda. Começava. Lá fabulizou a gentilidade &c. M. S.

Soneto em aplauzo do Sermaõ das Dores de N. Senhora pregado por Fr. Antonio da Graça Comissario da Ordem Terceira do Convento de S. Francisco da Cidade. Lisboa 1738. 4.

Soneto em aplauzo dos Sermoens do P. Fr. Manoel Rodrigues Religioso Franciscano da Provincia da Assumpçaõ de Paraguay. Lisboa na Officina Sylviana . 1738. 4.

Tres Sonetos em aplauzo do Claustro Franciscano composto por Fr. Appollinario da Conceiçaõ Religioso Leygo da Provincia da Immaculada Conceiçaõ do Rio de Ianeiro. Lisboa por Antonio Isidoro da Fonceca 1740. 4. desde pag. 212. até 214.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II