D. Fr. IERONIMO PEREIRA, e naõ PINHEIRO, como alguns erradamente o apelidaraõ naceo em Lisboa, e no Convento patrio da Ordem illustre dos Pregadores professou o seu instituto a 25 de Julho de 1535. As suas grandes letras illustradas com a observancia das virtudes religiosas o fizeraõ digno para que o Serenissimo Infante Cardial D. Henrique Arcebispo de Evora o nomeasse seu Bispo Coadjutor com o titulo de Salè Cidade da Mauritania Tingintana nas prayas do mar Athlantico em que foy confirmado pela Santidade de Gregorio XIII. a 15. de Dezembro de 1577. Naõ possuio esta dignidade hum anno completo morrendo pouco depois do infausto sucesso da expediçaõ Africana do anno de 1578. Jaz sepultado em a caza do Capitulo do Convento de S. Domingos da Cidade de Evora com este epitafio. Hic situs est Dominus Fr. Hyeronimus Pereira Episcopus Calamacensis. Bom letrado, e pregador de grande nome he chamado por Fr. Luiz de Souza. Hist. de S. Domingos da Prov. de Portug. Part. 1. liv. 3. cap. 36. Vir moribus clarus, ac concionator clarissimus por Fr. Ant. de Sena Bib. Ord. Praed. pag. 116. Varaõ insigne em virtudes, e letras por D. Manoel Caetano de Souza. Cathal. dos Bisp. Portug. pag. 115. Grande na prudencia, zelo, e letras. pelo P. Fonceca Evor. Glorios. pag. 316. Varaõ doutissimo, e Pregador celeberrimo por Fr. Pedro Monteiro Claustr. Domin. Tom. 3. pag. 231. e no Tom. 1. pag. 48. Na Theologia foy dos sogeitos mayores, que teve o seculo, e no pulpito varaõ celeberrimo. Clarus concionator, & tam doctrina quam moribus conspicuus por Hypolyt. Marrac. Bib. Marian. Tom. 2. p. 463. E ultimamente Fr. Iacobo Echard. Script. Ord. Praed. Tom. 2. p. 248. col. 2. Inter caeteros ille divinarum, humanarumque cognitione literarum emicuit, celeberrimusque clarvit aetate sua concionator & facundus, o qual segue que fora Bispo de Calamo Cidade antigua de Africa suffraganea ao Arcebispo de Carthago como está escrito no seu epitafio por assim o nomear com este titulo Fr. Vicente Maria Fontana Monumenta Dominic. Part. 1. cap. 4. Tit. 42. e cap. 5. n. 118. e naõ poder intitularse com o nome de Salè cuja Cidade se naõ achava na Geografia Ecclesiastica ignorando que com este nome se intitularaõ D. Fr. Diogo de Araujo, e D. Fr. Domingos Furtado Erimitas Augustinianos Bispos Coadjutores de D. Fr. Aleixo de Menezes Arcebispo de Goa, e D. Nuno coadjutor do Serenissimo Arcebispo de Evora o Cardial D. Affonso. Compoz.

Tractatus de Resurrectione Domini.

Tracatus de Sacramentis composto por ordem do Cardial D. Henrique.

Sermonarios de Santos, e outros Assumptos.

Todas estas obras que seu author tinha promptas para a impressaõ desapareceraõ com a sua morte, e posto que o Cardial D. Henrique

fulminasse Excomunhaõ contra quem as tinha roubado nunca apareceraõ. Deste

Prelado fazem memoria alem dos Authores referidos, Ioan. Soar. de Brit. Theatr.

Lusit. Liter. lit. H. n. 25. e 26. Faria Europ. Portug. Part. 4. cap. 6. e Fr. Lucas de S.

Catherina Hist. de S. Domingos da Prov. de Portug. p. 935. col. 1. no Apend.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]