Fr. IERONIMO DA ENCARNAÇAM Naceo em Lisboa sendo filho de Antonio da Paz, e Ioanna de Abreu. Por ser destrissimo na Arte da Musica foy admitido à Religiaõ Carmelitana professando o seu instituto em o Convento patrio a 30 de Setembro de 1597. No Capitulo celebrado em Lisboa a 18 de Abril de 1621. foy eleito Subprior do Convento de Evora, e exercitando semelhante lugar em o Convento de Lisboa passou a milhor vida no anno de 1631. Compoz.

Chronica do Condestavel Nuno Alvares Pereira de Mello M. S. fol. O original conserva meu Irmaõ D. Iozè Barboza Clerigo Regular Chronista da Serenissima Caza de Bragança, Academico, e Censor da Academia Real entre os livros da sua selecta Livraria de que faz duplicada mençaõ o Padre Fr. Manoel de Sá Mem. Hist. dos Escrit. do Carm. da Prov. de Portug. pag. 198. n. 276. e Mem. Hist. da Prov. de Portug. Part. 1. liv. 4. cap. 2. §. 526. Começa a Chronica pela Familia dos Pereiras deduzindo-a dos Longobardos dando-lhe principio na Fundaçaõ de Roma, e a dedûs até o Imperio dos Godos. Desta obra faz memoria Francisco Soares Toscano Paral. de Var. Illust. cap. 131. afirmando que o Author lha comunicara, e estava prompta para se imprimir.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]