D. HILARIAM BRANDAM filho de Pays nobres quais eraõ Ieronimo Brandaõ, e Maria Aranha. Naceo em a Cidade de Coimbra onde havendo recebido o grao de Mestre em Artes entrou na illustre Congregaçaõ dos Conegos Regulares, e nella estudou Theologia, em que sahio eminente. Todo o tempo que lhe restava das obrigaçoens da Comunidade o gastava na liçaõ de livros asceticos, e na exposiçaõ dos textos mais dificultozos da Sagrada Escritura. Foy Prior do Real Convento de S. Vicente de fora dos muros de Lisboa, e Procurador da sua Canonica Congregaçaõ, cujos lugares exercitou com summa inteireza, e afabilidade. Dictou muitos annos Theologia Moral aos seus domesticos. Falleceo em Coimbra a 22. de Agosto de 1585. Fazem delle mençaõ D. Nicol. de Santa Maria Chron. dos Coneg. Reg. liv. 10. cap. 27. n. I9. e Joan. Soar. de Brito Theatr. Lusit. Liter. lit. H. n. 32. Compoz.

Voz do Amado.

Cazos de Conciencia. No fim. Exame de Conciencia. Estas duas obras foraõ impressas no Mosteiro de S. Vicente em 1579. por ordem do Geral D. Lourenço Leyte.

Lucubrationes, sive Commentaria in Canticum Canticorum Salomonis. M. S. Consta de 266. folhas. Começa Quanquàm do Cantico Canticornm futurus est sermo. Acaba. Pius ille Deus, & homo verus Salomon Christus Jesus, qui est benedictus in saecula. Amen. Conservava esta obra em o anno de 1604. o Mestre Diogo Serraõ morador na Cidade de Evora como afirma Francisco Galvaõ Maldonado Bib. Portug. M. S.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]