ANTONIO CORDEIRO DA SILVA, natural do Rio de Janeiro, Formado em Canones e Capitão do regimento da mesma cidade. – Não chegando a ser incluido por Barbosa na Bibl. Lusit., ignoro que alguem tenha até agora feito menção d’este poeta brasileiro, do qual conservo a seguinte obra, rara, pois não vi ainda outro exemplar, nem existe nas Bibliothecas e Livrarias de Lisboa que tenho examinado.

549) Maria Immaculada, Poema Sacro em romance hendecasyllabo, offerecido á Virgem Maria Senhora nossa, que com o especioso titulo de sua Conceição purissima se venera no Real Convento da Conceição de Beja. Lisboa, por Ignacio Nogueira Xisto 1760. 4.º de XXXII‑68 pag.

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]