IOAÕ VAZ natural de Evora donde passou a morar no lugar do Botaõ junto da Cidade de Coimbra, como escreve o P. Fonceca Evor. Glor. p. 412. Na Universidade da sua patria estudou letras humanas, e Filosofia sendo dotado de grande genio para a Poezia Comica. Compoz em Outava rima.

Breve recopilaçaõ, e tratado novamente tirado das antiguidades de Hespanha, que trata como elRey Almançor morreo em Portugal junto à Cidade do Porto onde agora chamaõ Gaya às maõs delRey Ramiro, e sua gente donde taõbem cobrou, e matou sua mulher chamada Gaya que estava com este mouro da qual ficou este lugar chamado do seu nome. Lisboa por Antonio Alvres 1601. fol. et por Domingos Carneiro 1661. fol.

Historia de Abel, e Caim reprezentada em huma Procissaõ do Santissimo Sacramento da Freguesia de S. Mamede de Evora.

Historia da Samaritana reprezentada junto do poço que está à porta da Freguesia de S. Mamede de Evora.

Tratado da Sucessaõ de Filippe neste Reyno de Portugal com muitos louvores deste Principe. M. S.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]