Fr. IOZÉ DE BRITO natural de Lisboa filho de Matheos Machado, e Margarida Nunes. Professou o militar habito de Christo em o Real Convento de Thomar no anno de 1661. onde foy Reytor do Seminario, Lente de Theologia Moral, e Cantor mòr. Cultivou com igual aplicaçaõ, e engenho as letras amenas, e severas sendo muito versado em todo o genero de erudiçaõ. Morreo no Convento de Thomar a 4 de Julho de 1700. Tinha prompto para a impressaõ.

Commento de Persio, e Juvenal em vulgar com as explicaçoens de todos os lugares escuros, fabulas, e antiguidades que encerraõ. 4.

Tratado das principaes pedras preciosas moralizadas com lugares da Escritura, e todo o genero de humanidades. 4.

Obras de Proba Falconia addicionadas com os passos principaes do Testamento Velho, e Novo tirado tudo do Poema de Virgilio, em que ella foy diminuta.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]