Fr. IOZÉ DE SOUZA natural de Lisboa, e filho de Matheos Correa Thagano, e de Thereza de Araujo. Professou o Sagrado instituto da illustre Ordem dos Prègadores em o Real Convento de Bemfica a 13 de Fevereiro de 1691. Onde estudadas as sciencias Escholasticas se dedicou ao ministerio do pulpito. Foy Comissario da Veneravel Ordem Terceira da Milicia de JESU Christo, e penitencia do Patriarcha S. Domingos. Publicou.

Sermaõ nas Exequias de D. Pedro Manoel de Tavora V. Conde da Atalaya Grande de Espanha da primeira Classe, Alcayde mór de Marvaõ, Governador da Torre de Belem, General Comandante das Tropas Portuguesas no Principado de Catalunha, Conselheiro de Estado da Cesarea Magestade de Carlos VI. Vicerey de Sardenha, General da Cavallaria de Napoles, e Governador do Castello novo do mesmo Reyno. Lisboa por Bernardo da Costa de Carvalho. 1724. 4.

Com o nome de Fr. Jozé de Santa Maria Magdalena, que tomou pelo apellido de Souza, imprimio.

Sermaõ nas honras funeraes, que a Veneravel Ordem Terceira de S. Domingos dedicou ao Santissimo Padre Benedicto XIII. no Collegio de Nossa Senhora do Rosario dos Padres Irlandezes no primeiro de Abril de 1730. Lisboa na Officina da Musica. 1731. 4.

Sermaõ do grande Patriarcha S. Domingos prègado na Festa, que lhe fez a Veneravel Ordem Terceira da Milicia de JESU Christo, e Penitencia do mesmo Santo em o seu dia 4 de Agosto de 1734. Lisboa na Officina da Musica. 1735. 4.

Delle faz mençaõ Fr. Pedro Monteiro. Claust. Dom. Tom. 3. pag. 246.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]