D. FILIPA BORGES BARRETO natural da Villa de Torres Novas, onde na Parochial Igreja de S. Tiago recebeo a primeira graça a 6. de Janeiro de 1661. Sendo filha do Doutor Manoel Borges, e Dona Izabel de Aguiar. Desde os primeiros annos cultivou as letras humanas com particular inclinaçaõ à Poesia, de cuja arte publicou varias obras dignas de estimaçaõ, sendo a mayor.

Poema ao caso succedido em Italia na Cidade de Mal afeta a hum Clerigo, que mascarado naõ quiz adorar o Santissimo Sacramento. M. S. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. II]