OBRA COMPLETA DO PADRE ANTÓNIO VIEIRA

 ATUALIZADA E ANOTADA

Direção: José Eduardo Franco e Pedro Calafate

 

Apresentação

A vida, ação e a obra do Padre António Vieira têm merecido nas últimas décadas um interesse redobrado dos investigadores, professores e cultores da língua e da cultura portuguesas. Sendo Vieira uma das figuras mais proeminentes e multifacetadas da história de Portugal e do Brasil, diversos estudos têm vindo a lume nas mais variadas áreas de conhecimento sobre este autor (literatura, história, ciência política, teologia, filosofia, filologia, economia, antropologia, sociologia, direito, gestão, astrologia, astronomia…), os quais têm contribuído para chamar a atenção para a dimensão e importância do percurso deste pregador jesuíta, assim como para valorizar justamente o lugar da sua obra no quadro da cultura ocidental. Neste sentido, na sequência das comemorações do IV Centenário do nascimento do Padre António Vieira, realizadas entre 2008 e 2010, entendemos que o melhor legado que poderemos deixar à posteridade será promovermos um trabalho de edição sistemática da sua obra, capaz de torná-la conhecida e acessível ao grande público e divulgada internacionalmente.

Contando com a colaboração de especialistas e investigadores que se têm dedicado aos estudos vieirianos ou afins, pretendemos preparar uma edição bilingue (em língua portuguesa, normalizada pelo acordo ortográfico, e em língua inglesa), em suporte de papel e em suporte digital, da Obra Completa do Padre António Vieira.

 

Carácter inovador do projeto:

Ultimamente muito se tem dito e escrito sobre Vieira, mas não existe uma edição da obra global e atualizada deste pregador barroco. Pensamos que uma obra desta natureza poderá constituir um contributo inédito, necessário e de referência obrigatória para promover o conhecimento, a divulgação, a investigação e facilitar o ensino da obra do Padre António Vieira, figura eminente das nossas Letras.

 

Plano da Obra Completa de Padre António Vieira em 30 volumes:

  • 8 Volumes:
    • Correspondência organizada cronologicamente.
  • 15 Volumes:
    • Sermões organizados por áreas temáticas.
  • 5 Volumes:
    • Obras proféticas de Vieira (Esperanças de Portugal, História do Futuro, Clavis Prophetarum, Defesa Perante o Tribunal do Santo Ofício).
  • 2 Volumes:
    • Escritos económicos, políticos, sociais, relações de viagens missionárias e outros textos.

 

Obras Complementares:

 Dicionário: Padre António Vieira

Coordenação: José Eduardo Franco  e Pedro Calafate

 Comissão Científica Internacional: Alcir Pécora, Ana Leal Faria, Carlos Maduro, Carlota Miranda, João Duque, João Francisco Marques, José Carlos Miranda, Luís Filipe Barreto, Luís Filipe Silvério Lima, Luís Machado de Abreu, Manuel Curado, Margarida Miranda, Mário Garcia, Micaela Ramon, Valmir Muraro

 

Apresentação resumida do projeto                

 A vida, ação e a obra do Padre António Vieira têm merecido nas últimas décadas um interesse redobrado dos investigadores, professores e cultores da língua e da cultura luso-brasileira. Sendo Vieira uma das figuras mais proeminentes e multifacetada da história de Portugal e do Brasil, diversos estudos têm vindo a lume nas mais variadas áreas de conhecimento sobre este autor (literatura, história, ciência política, teologia, filosofia, filologia, economia, antropologia, sociologia, direito, gestão, astrologia,…), as quais têm contribuído para chamar a atenção no que respeita à dimensão gigantesca do significado da história deste pregador jesuíta, assim como para valorizar justamente a importância da sua obra no quadro da cultura e língua lusófona, em nome da qual Fernando Pessoa elevou  este jesuíta ao estatuto de “Imperador da Língua Portuguesa”. Assim sendo, na perspetiva da comemoração do centenário do nascimento do Padre António Vieira que se realizou em 2008, entendemos necessário e útil realizar uma síntese crítica atualizada do muito que se tem estudado e produzido em torno desta figura cimeira do barroco, em que se destaque as muitas possibilidades de pesquisa e de aprofundamento que a vida, pensamento e produção literária pletórica deste autor ainda permitem desenvolver. Contando com a colaboração internacional de diversos especialistas e investigadores que se têm dedicado aos estudos vieirianos ou afins, pretendemos preparar um Dicionário multimédia do Padre António Vieira que faculte aos investigadores, estudantes, professores e outros interessados em geral um conhecimento muito sintético e pedagógico de António Vieira na sua relação com a cultura luso-brasileira.

 

Caráter inovador do projeto:

Ultimamente muito se tem dito e escrito sobre Vieira, mas falta uma obra de síntese crítica atualizada que tenha em linha de conta os diversos contributos que têm sido publicados a nível internacional sobre este pregador genial da época barroca luso‑brasileira. Pensamos que uma obra desta natureza poderá constituir um contributo inédito, necessário e de referência obrigatória para promover o conhecimento, a investigação e facilitar o ensino da obra do Padre António Vieira, figura eminente das nossas Letras que, como se sabe, consta dos programas de estudo das nossas escolas e das nossas universidades.

 

DICIONÁRIO:

Exemplos de entradas.

AFONSO HENRIQUES

ALEXANDRE HERCULANO

ALMEIDA GARRETT

AMOR

ANABAPTISTAS

ANDRÉ FERNANDES

ANDREONI ANTONIL

ANÍBAL PINTO DE CASTRO

ANTERO DE QUENTAL

ANTIVIEIRISMO

ANTÓNIO SÉRGIO

APOCALIPSE

BAHIA

BANDARRA

BARROCO

BENASSÉS BEN ISRAEL

BÍBLIA

BIÓGRAFOS

BRASIL

CAMÕES

CARTAS

CENTENÁRIOS

CIÊNCIA

CINEMA

CLÁSSICOS

CLAVIS PROPHETARUM

CLERO

COLÉGIO DA BAÍA

COMPANHIA DE JESUS

CONDE DE CASTELO MELHOR

CONFESSORES

CONSELHO DE ESTADO

CRÍTICA SOCIAL

D. AFONSO VI

D. JOÃO IV

D. PEDRO II

DANIEL

DAVID

DEFESA PERANTE O TRIBUNAL DO SANTO OFÍCIO

DEMOCRACIA

DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES

DEUS

DIPLOMACIA

DIREITO NATURAL

DOMINICANOS

DUARTE RIBEIRO DE MACEDO

DUNS SCOTTO

EÇA DE QUEIROZ

ECONOMIA

ENSINO (DE VIEIRA)

ESCLAVAGISMO

ESCOLA DE SALAMANCA

ESPANHA

ESPERANÇAS DE PORTUGAL

ESPIRITUALIDADE

ESTADO NOVO (BRASIL/PORTUGAL)

ESTUDIOSOS

EVANGELIZAÇÃO

EXPERIÊNCIA

FERNANDO PESSOA

FILOLOGIA

FRANÇA

GONÇALO TENORIO

GOVERNO

GREGÓRIO DE MATOS

GUERRA

GUERRA JUSTA

HISTÓRIA DE PORTUGAL

HISTÓRIA DO FUTURO

HISTÓRIA UNIVERSAL

HOLANDA

HUMANISMO

ICONOGRAFIA

IGREJA

ÍNDIOS

INQUISIÇÃO

ITÁLIA

JOÃO LÚCIO DE AZEVEDO

JOAQUIMISMO

JOGO

JOSÉ RÉGIO

JOSÉ SARAMAGO

JUDAÍSMO

JUSTIÇA

LAS CASAS

LIBERALISMO

LITERATURA

LIVRE ARBÍTRIO

LOUCURA

LUÍS ANTÓNIO VERNEY

LUÍS DE MOLINA

MACHADO DE ASSIS

MANUEL BORGES GRAINHA

MAR

MARANHÃO

MARGARIDA VIEIRA MENDES

MARQUÊS DE POMBAL

MEDIEVAIS

MEMÓRIA

MESSIANISMO

MIGUEL TORGA

MILENARISMO

MISSÕES

MITO

MONARQUIA

MORTE

MULHERES

NATUREZA DIFICULTOSISSIMA

NEOLOGISMOS

NOBREZA

OBSCURIDADE

OLIVEIRA MARTINS

ORÁCULOS SIBILINOS

ORIENTE

ORÓSIO

PADRES DA IGREJA

PAIXÃO

PAPADO

PAZ

PECADO FILOSÓFICO

PERNAMBUCO

PLATÃO

PODER

POLÍTICA

PORTUGAL

POVO

PREGAÇÃO

PRETOS

PROBABILISMO

PROFECIAS

QUINTO IMPÉRIO

RAZÃO DE ESTADO

REALISMO

RECEPÇÃO NA CULTURA PORTUGUESA

RESTAURAÇÃO

RESTAURAÇÃO AMAZONAS

ROMA

ROMANTISMO

SAMPAIO BRUNO

SANTO AGOSTINHO

SANTO ANTÓNIO

SANTO INÁCIO DE LOYOLA

SÃO FRANCISCO XAVIER

SÉCULO XVII

SERMÕES

SOBERANIA

SONHO

SOTO, DOMINGO

SUÁREZ, FRANCISCO

TEATRO

TEMPO

TEODÓSIO, Príncipe

TEÓFILO BRAGA

TEOLOGIA

UTOPIA

VIAGENS

VIDA

VITÓRIA, FRANCISCO