Fr. LUIZ BOTELHO DO ROSARIO. Nasceo em a Villa de S. Sebastiaõ do Arrecife de Pernambuco a 25. de Agosto de 1695. onde teve por pays a Ioaõ Baptista Campelli, e D. Beatriz Bandeira de Mello. Aprendeo os primeiros rudimentos da Grammatica em o Collegio da Companhia de Jesus da sua patria, e para sahir consumado na lingua Latina teve por Mestre ao Padre Agostinho Deniz Presbitero do habito de S. Pedro que em escola publica a ensinava com grande credito da sua sciencia. Quando contava 17. annos de idade recebeo em o Convento de Olinda a 26. de Dezembro de 1713. o habito de Carmelita Observante cujo instituto professou a 27. de Dezembro do anno seguinte. Dezejozo de cultivar as sciencias severas navegou para Portugal, e sendo admetido a Collegial do seu Collegio da Universidade de Coimbra se instruio nas dificuldades Filosoficas, e Theologicas com tanto disvelo, e capacidade que mereceo ser laureado com as insignias doutoraes na Faculdade da Theologia no anno de 1722. Restituido á sua patria depois de dictar Theologia alguns annos em o Convento da Bahia, foy nomeado primeiro Socio do Capitulo Geral celebrado em Ferrara no anno de 1726. em o qual assistio como Difinidor Geral por falta do Provincial. Voltando segunda vez para a patria ocupou os lugares do primeiro Definidor, Presidente do Capitulo, Regente dos Estudos, Chronista da sua Provincia, Qualificador do Santo Officio. Dos muitos Sermoens que tem pregado se fizeraõ publicos os seguintes.

Sermaõ Panegyrico da invençaõ da Cruz Santissima de Christo estando manifesto o Santo Lenho na Festividade que annualmente lhe consagra a Irmandade dos Santos Passos do mesmo Christo na Igreja dos Religiosos de Nossa Senhora do Monte do Carmo Calçado na Cidade da Bahia no dia 3. de Mayo de 1738 Lisboa por Miguel Manescal da Costa Impres. do Santo Officio 1740. 4.

Sermaõ nas Exequias dos Sacerdotes Irmaõs de S. Pedro da Congregaçaõ dos Clerigos da Cidade da Bahia. Lisboa na Officina dos herdeiros de Antonio Pedrozo Galraõ 1740. 4.

Sermaõ Funeral nas exequias dos Sacerdotes de S. Pedro da Congregaçaõ dos Clerigos da Cidade da Bahia. Lisboa por Miguel Manescal da Costa 1741. 4.

Sermaõ Panegyrico pregado no solemnissimo dia da Festa da Canonizaçaõ de S. Ioaõ Francisco Regis celebrado pelos Reverendos Padres Carmelitas Calçados da Cidade da Bahia de todos os Santos no Real Collegio da Companhia de Jesus. Lisboa por Miguel Rodrigues Impressor do Emminentissimo Senhor Cardial Patriarcha 1741. 4.

Sermaõ funebre, e moral nas Exequias dos Reverendos Sacerdotes irmaõs de S. Pedro da Congregaçaõ dos Clerigos da Cidade da Bahia. Lisboa pelos herdeiros de Antonio Pedrozo Galraõ 1742. 4.

Sermaõ moral, historico, e Panegirico no festivo dia em que o Excellentissimo, e Reverendissimo Senhor D. Jozé Botelho de Mattos Arcebispo Metropolitano da Bahia Primaz do Brasil, do Conselho de Sua Magestade se vio adornado com a vestidura do Pallio Archiepiscopal recitado em Domingo 14. De Mayo de 1741. Lisboa por Miguel Manescal da Costa 1743. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]