MANOEL ALVARES PEDROSA naceo em a Ribeira de Caranque junto da Villa de Bellas do Patriarchado de Lisboa. Foraõ seus progenitores Gaspar Alvares Corea, e Maria Pedroza descendentes de nobres familias. Ornado de prudente juizo, erudiçaõ historica, e summa gravidade se distinguio entre os varoens insignes do seu tempo por cujos dotes o elegeo seu Secretario D. Joaõ da Costa primeiro Conde de Soure, Mestre de Campo General da Provincia do Alentejo, e Governador das armas daquella Provincia quando foy nomeado Embaxador Extraordinario a Luiz XIV. valendo-se do seu talento assim para as emprezas militares, como negociaçoens politicas. Cultivou com grande exacçaõ, e continuo disvelo o estudo da Genealogia em que era consultado como Oraculo. Até a ultima idade, que foy larga nunca largou a penna que lhe servia de lenitivo contra a falta dos bens da fortuna que sempre experimentou adversa conservando sempre aquelle decoro correspondete á nobreza do seu nacimento. Falleceo em Lisboa a 16. de Agosto de 1707. Jaz sepultado na Casa professa de S. Roque dos Padres Jesuitas. Delle faz honorifica memoria o Padre D. Antonio Caetano de Souza Apparat. a Hist. Gen. da Cas. Real Portug. p. 144. §. 169. Intitulando-o excellente Genealogico. Escreveo

Familias illustres de Portugal. fol. 3. Tomos, cujo Original conservava Manoel Carlos de Tavora Conde de S. Vicente, General da Armada, e Conselheiro de Estado e delles tinha huma copia na sua grande Livraria o Excellentissimo Conde da Ericeira D. Francisco Xavier de Menezes.

Diversas Genealogias fol. Parte dos volumes que comprehendiaõ estas Genealogias vende-o o Author a Ayres de Almeida e Souza Balio de Acre, e Commendador de Vera Cruz que deixou a seu sobrinho Gonçalo de Almeida Senhor do Morgado da Cavallaria. Outros volumes deste mesmo assumpto comprou o Padre D. Manoel Caetano de Souza Clerigo Regular Procomissario da Bulla da Cruzada, e Censor da Academia Real os quaes conserva o Padre D. Antonio Caetano de Souza como affirma no lugar acima citado.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]