P. MANOEL BARRETO natural da Villa da Feira titulo de Condado em a Diocese do Porto donde quando contava a florente idade de quinze annos passou á India em o do 1576. e se alistou na Companhia de JESUS em cuja sagrada palestra ouvio Filozofia, e Theologia. Abrazado no zelo da conversaõ da gentilidade emprendeo a cultura da dilatada vinha do Japaõ onde aprendendo a lingua dos seus habitadores foy vigilante operario pelo espaço de trinta annos em cujo laborioso exercicio padeceo horrorosos trabalhos, e derramou copiosos suores. Desterrado pelo Tirano Daifusama para Macao voltou ao Japaõ em habito desconhecido para radicar na Fé aquellas plantas que cultivara seu apostolico zelo. Naõ podendo a natureza rezistir a tantas molestias, e afliçoens padecidas em obsequio da Fé havendo recebido os Sacramentos com summa piedade passou a lograr o premio eterno a 11. de Março de 1620. quando contava 56. annos de idade, e 41. De Companhia. Fazem delle illustre memoria Cardozo Agiolog. Lusit. Tom. 2. pag. 136. e no Comment. de 11 . de Março letr. O. Bib. Societ. p. 188. col. 2. Joan. Soar. de Brito Theatr. Lusit. Litter. lit. E. n. 22. Cardim Elog. dos Relig. da Comp. Elog. 20. pag. 65. Alegambe Mortes illustres p. 317. Bartoli Asia Part. 2. Nicol. Ant. Bib. Hisp. Tom. 1. p. 263. col. 2. Nieremberg. Vid. do Padre Marcel. p. 88. onde cahio em dous erros quaes saõ intitulalo Mancio, e que nacera em Lisboa. Compoz

Flosculi de virtutibus, & vitiis ex veteris, ac novi Testamenti & Sanctorum Doctorum, & Philosophorum foribus selecti. Nangazachi Typis Collegij Japonici Societatis 1510. 4.

Vocabularium Lusitano Latinum fol. 3. Tom. Remeteo esta obra no anno de 1619. ao Collegio de Lisboa para que o Mestre da primeira Classe a augmentasse de mayor numero de vocabulos como consta de huma sua Carta que se conserva no dito Collegio.

Vocabulario Portuguez Japonico. M. S. Desta obra faz mençaõ no prologo do precedente Vocabulario.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]