Fr. MANOEL DE CHRISTO natural de Lisboa, e filho de Sylverio da Silva, e Anna Maria. Professou o instituto Serafico no Convento de Santa Maria de Enxobregas cabeça da Provincia dos Algarves a 2. de Julho de 1701. onde a sua literatura o constituhio Lente jubilado em Theologia, e Qualificador do Santo Officio, e a sua prudencia Guardiaõ do Convento de Setuval, e Portalegre, e Confessor das Religiosas do Convento da Quietaçaõ de Lisboa, e de Santa Clara de Evora no qual falleceo a 12. de Fevereiro de 1742. Dos muitos Sermoens, que com aplauso tinha prégado se fez unicamente publico o seguinte.

Sermaõ na Beatificaçaõ do B. Joaõ Francisco Regis prégado em o segundo dia do solemne Triduo, que celebrou o Collegio da Companhia de Jesus da Cidade de Evora em 12. de Outubro de 1716. Evora na Officina da Universidade 1717. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]