ANDRÉ RIBEIRO COUTINHO, foi natural da villa d’Extremoz, e mestre de primeiras letras (ou de instrucção primaria como hoje dizemos) em Lisboa, exercendo juntamente as funcções de official em um dos terços das Ordenanças da guarnição da côrte. Viveu na segunda metade do seculo XVII. – E.

322) Panegyrico christão, cultivado na advertencia das orações que deve saber todo o christão… E um politico A B C para a boa creação dos meninos. Lisboa, por Domingos Carneiro 1675. 8.º Obra de que ainda não vi algum exemplar, e que Barbosa diz fora composta em verso, chamando ao auctor egualmente pio e douto. Mas todos sabem que estes elogios prodigalisados a esmo pelo Abbade de Sever soffrem hoje no mercado litterario grande desconto.

 

[Diccionario bibliographico portuguez, tomo 1]