MANOEL DELGADO DE MATOS naceo em a Cidade da Guarda, sendo filho do Doutor Alvaro Delgado Juiz de fóra desta Cidade, e depois Conservador da Universidade de Coimbra, e de Izabel Carrilho. Ornado de penetrante juizo, e monstruosa memoria estudou Direito Cesareo na Athenas Conimbricense á qual lhe servio de magestoso ornato com o seu magisterio nas Cadeiras da Instituta, e do Codigo tomando posse da primeira no anno de 1641., e da segunda em 1645. Foy admetido a Collegial do Real Collegio de S. Paulo a 9. de Março de 1642. Exercitou com rectidaõ os lugares de Deputado do Fisco em Coimbra, Dezembargador do Porto, da Casa da Supplicaçaõ, e dos Aggravos, Juiz dos Feitos da Coroa, e da Fazenda, Chanceller da Casa da Supplicaçaõ, do Conselho delRey, e Assesor do Conselho de Guerra. Entre o severo, e laborioso estudo da Jurisprudencia cultivou o da Genealogia chegando a ser taõ consumado nesta nobre parte da Historia que lhe dedicou o seguinte elogio D. Francisco Manoel de Mello na Cart. 1. da Cent. 4. das suas Cartas escrita ao Doutor Themudo. De taõ portentosa memoria, que nelle mesmo se acha o auttor, e o livro sendo-lhe em tanta maneira prezente o processo das Familias, que de nenhuma de Portugal, ou Castella, e quasi o mesmo de França, Inglaterra, Italia, e Alemanha lhe preguntaraõ a origem, e parentescos, que de memoria os naõ relate, taõ consertadamente como se em muitos livros estivesse de vagar estudando a reposta. Falleceo em Lisboa a 24. de Fevereiro de 1668. e está depozitado no Capitulo antigo do Convento de S. Vicente de fóra. Fazem honorifica memoria do seu nome o Padre D. Ant. Caet. de Sous. Apparat. á Hist. Gen. da Cas. Real Portug. p. 116. §. 126. e D. Jozé Barboza Mem. do Colleg. Real de S. Paulo p. 160. e no Archiath. Lusit. pag. 38.

Jura fori celebrem reddent, Delgado severa, Illius & nomen toto celebrabitur orbe, Stemata, vel serie repetet cu promptus Avoru: Sint Itali, Hispani, gelidi ve Aquilonis alumni, Supplebit celeri trascripta volumina mente.

Escreveo.

Familias de Portugal. 2. Tom. M. S.

Familias de Espanha 2. Tom. M. S.

Familias de França 1. Tom. M. S.

Familias de Inglaterra 1. Tom. M. S.

Familias de Italia. Deixou incompletas

Nobiliario. M. S. Conservava-se em poder de Antonio Mouzinho de Albuquerque Prior de S. Joaõ da Praça de Lisboa parente do Author. No tempo do seu Magisterio dictou as seguintes Postillas em que depozitou a profunda noticia que tinha de ambos os Direitos. Ad L. perfecta 4. de Donationihus quae sub modo. Ad Tit. de Impuberu, & aliis substitutionibus. Ad L. frater à fratre 38. ff. de conditione indebiti.

Ad L. 3. ff. de his quae pro non scriptis habentur. Ad L. unic. Cod. Quando non petentium partes petentibus acrescant.

 

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]