Fr. MANOEL DE S. DAMASO naceo na celebre Villa de Guimaraens da Provincia de entre Douro, e Minho a 3. de Janeiro de 1688. Foraõ seus Progenitores Joaõ de Castro de Vasconcellos, e Maria Vieira de Lima descendentes das principaes familias daquella Provincia. Aprendeo os rudimentos Gramaticaes, e os preceitos Rhetoricos na sua patria explicados por Manoel Coelho presbitero de igual virtude, que sciencia. Quando contava 20. annos de idade recebeo o habito Serafico no Convento patrio de S. Francisco a 7. de Dezembro de 1708., e professou solemnemente a 8. do dito mez do anno seguinte consagrado á Immaculada pureza de Maria Santissima. Consummada a carreira dos estudos escholasticos foy instituido Prégador no Capitulo intermedio de 1715., e no seguinte ao lugar de Bibliothecario do Real Convento de S. Francisco desta Corte, que ainda conserva, regeitando a Cadeira de Mestre dos Estudantes do Convento de S. Francisco da Ponte em Coimbra, que lhe foy offerecida no anno de 1717. A sua prudencia, e capacidade o habilitou para ser Secretario no Capitulo de 1728., de  Custodio no anno de 1734. de Visitador da Custodia de Saõ-Tiago Menor da Ilha da Madeira, e dos dous religiosissimos Seminarios Apostolicos de Varatojo, e Brancanes. He Consultor da Bulla da Cruzada, Academico sobre numerario da Academia Real da Historia Portugueza, e ultimamente Chronista da sua Serafica Provincia, merecido premio á vasta e profunda noticia que tem adquerido a sua estudiosa aplicaçaõ de que saõ patentes testemunhas as seguintes obras.

Summario das Indulgencias, que gozaõ os Irmaõs da Archiconfraria de N. P. S. Francisco. Lisboa por Jozé Manescal 1720. fol. & ibi por Miguel Manescal da Costa 1744. 16.

Vida admiravel da gloriosa Santa Margarida de Cortona filha da Veneravel Ordem Terceira da Penitencia. Lisboa por Jozé Manescal 1721. 8. He traduçaõ da Castelhana escrita pelo Illustrissimo Fr. Damiaõ Cornejo.

Summario das Indulgencias, que gozaõ os Irmaõs da Confraria da Immaculada Conceiçaõ. Lisboa por Paschoal da Silva 1722. fol.

Summario, e explicaçaõ das graças e Indulgencias, que o nosso Santissimo Padre Benedicto XIII. hora Presidente na Igreja de Deos concedeo na Canonisaçaõ de S. Jacomo de Marca, e S. Francisco Solano as medalhas Coroas, Rosarios Cruzes, e Imagens Sagradas as quaes os filhos de N. P. S. Francisco Religiosos, e Religiosas, Terceiros, e Terceiras, e Irmaõs sogeitos á obediencia do Ministro Geral da observancia aplicarem alguma das intençoens, ou bençoens de indulgencia da que lhe saõ concedidas. Lisboa por Pedro Ferreira 1727. 16.

Verdade elucidada, e falcidade convencida de cujas demonstrativas conclusoens consta com evidencia haver tido a Santa Inquisiçaõ Lusitana dos Inquisidores Geraes sucessivos ambos com o nome de Fr. Diogo da Silva, hum da sagrada Religiaõ dos Minimos de S. Francisco de Paula, outro da Serafica Religiaõ dos Menores de S. Francisco de Assis; o Menor com o caracter de Bispo de Ceuta; o Minimo sem caracter; este ultimo antes da ereçaõ do Supremo Tribunal; aquelle o primeiro depois da sua creaçaõ. Lisboa na Officina da Musica 1730. fol. Desta obra fallaõ com grande louvor o Padre D. Manoel Caetano de Sousa Cathal. dos Pontif. Card. e Bisp. Portug. p. 189. e na Exped. Hispan. Apost. S. Jacob. Mayor. Tom. 2. p. 1195 . num. 2757.

Coroa Serafica tecida de puras, e fragantes flores pelo ardente afecto dos Frades Menores da Provincia de Portugal para com suave melodia ser offerecida em acçaõ de graças nos Coros Franciscanos, e nos das mais Religioens sagradas todas amantes da pureza Mariana Maria Santissima Aurora da graça na Aurora do dia da sua Immaculada Conceiçaõ. Lisboa na Officina dos herdeiros de Antonio Pedrozo Galraõ. 1744. 4.

Summario, e explicaçaõ das graças, e indulgencias, que o Santissimo Padre Benedicto XIV. concedeo na  Canonisaçaõ de S. Pedro Regalado. ibi na dita Officina 1747. 16.

Manuduçaõ da Sacratissima Coroa Marianna, e Serafica. Dividida em duas partes: a primeira, contem hum Epitome historico da sua origem na Igreja Catholica, do principio, que teve na Religiaõ Serafica, da sua restituiçaõ na mesma Serafica familia, do quanto lhe he grata a Maria Santissima Senhora nossa; do quanto he formidavel, e terrivel ao demonio, e ao inferno; dos beneficios com que a Senhora remunera, e premeya os seus devotos; e das graças e Indulgencias com que os Summos Pontifices a tem condecorado, e enrequecido. A segunda, contem os pontos para a meditaçaõ, e contemplaçaõ dos Mysterios Gozosos, e Dolorosos da mesma Senhora, e offericimentos delles, segundo o tempo do anno, ou dias da semana, e para todos os dias della, conforme a devoçaõ dos que a cantarem, ou recitarem. Ibid. na officina de Miguel Manescal da Costa 1749. 16.

Obras M. S.

Noticias da Provincia de Portugal da Regular observancia do Serafico P. S. Francisco, por ordem de Sua Magestade, e dos Prelados da Provincia offerecidas á Academia Real no anno de 1722. fol. A esta obra faz hum grande Elogio D. Jozé Barboza Cathal. das Rainhas de Portugal. pag. 152. n. 167.

Actas Capitulares da Custodia de Santiago menor da Ilha da Madeira estabelecidas no Capitulo Custodial de 1732. O Reverendissimo Ministro Geral, a instancias da mesma Custodia, mandou se observassem como Estatutos Municipaes. fol.

Actas Capitulares, para o Mosteiro de Santa Clara da Cidade de Funchal; feitas no sobredicto Capitulo. 4.

Consultas varias. hum Tom. fol.

Prodromo á Historia Serafica Chronologica da Ordem de S. Francisco na Provincia de Portugal dividida em dous livros; o primeiro contem hum resumo historico dos primeiros sete annos da Religiaõ Serafica, que teve a sua origem no de 1208. até o de 1214. em que o N. P. S. Francisco, vindo a este Reyno, fundou na Cidade de Bragança, (entaõ Villa) o primeiro Convento da Provincia, a que se seguem huns Cathalogos dos Ministros Geraes, Mestres Geraes, Vigarios, e Commissarios Geraes de toda a Ordem, com Epitomes das causas, e motivos da diversidade destes nomes, com os quaes plena, e chronologicamente se instrue o Leitor nas noticias de toda a Ordem; e se finaliza com a Arvore taõ celebre, como rara de Algizira, explicada na sua raiz tronco, e ramos, que comprehende em Epilogo toda a Historia Serafica em commum. Contem o segundo, a origem, e progressos desta Provincia de Portugal, descriptos em Arvores, Estampas, e Cathalogos, que em Compendio daõ huma completa noticia da sua Historia. fol.

Historia Serafica Chronologica da Ordem de S. Francisco da Provincia de Portugal, primeira parte; addicionada em 19. annos que lhe faltavaõ; com outras muitas addiçoens, aos annos, que chronologiza; e com hum Appendiz das Provas. fol.

Historia Serafica Chronologica da Ordem de S. Francisco da Provincia de Portugal segunda parte, addicionada em cincoenta e seis annos, que lhe faltavaõ com outras muitas addiçoens nos annos que historia; e com hum Appendiz das Provas. fol.

Historia Serafica Chronologica da Ordem de S. Francisco da Provincia de Portugal, (Scientifica) refere chronologicamente os Escritores, e escritos desde a sua origem até o prezente seculo; as escolasticas influencias com que fecundou de erudiçaõ, naõ só a mayor parte das provincias Seraficas do Reyno, e suas Conquistas, mas tambem   as principais Cidades, e villas antes de ter Universidades, e as Cadeiras, que regeo, e moderou nellas, e em outras Universidades dos Reynos Estrangeiros. fol.

Summario, e explicaçaõ das graças, e Indulgencias, que o Summo P. Benedicto XIII. Concedeo na Canonizaçaõ de S. Jacome da Marca, e S. Francisco Solano. &c. Addicionado com as que o mesmo Summo Pontifice concedeo na Canonizaçaõ de Santa Margarida de Cortona: e o Santissimo Padre Benedicto XIV. na Canonizaçaõ de S. Pedro Regalado:com as resoluçoens de algumas difficuldades sobre as mesmas Indulgencias; e hum Apendiz apologetico, que satisfaz algumas objeçoens de certos doutos. 8.

Historia Serafica Chronologica da Ordem de S. Francisco da Provincia de Portugal, sexta parte em que actualmente trabalha. fol.

Individua narratio, seu veridica notitia sanctae Provinciae Portugalliae status ab anno 1700. quo Romae in Sanctae Mariae de Ara Caeli Conventu die 29. Maii celebratum fuit ultimum Generale Capitulum totius Ordinis Fratrum Minorum de Observantia, praesidente Emminentissimo & Reverendissimo DD. Fabricio de Spada S. R. E. Cardinali speciali Delegatione Summi P. Innocentii XII. ad usque 15. diem Maii hujus correntis anni 1723. per Sanctissimum D. N. Innocentium Papam XIII. destinatam ad celebranda inpraedicto Aracaelitano Caenobio Comitia Generalia dictae Observantiu Familiae certe felicissimae ob praestantissimae protectionem, & personàlem assistentiam ejusdemmet Santissimi D. N. Innocentii XIII.) per Custodem Provinciae iuxta munus suum ad eadem Generalia comitia deportanda trinis in sectionibus divisa: prima seriem Capitulorum, & Provinciàlium, Custodium, atque Deffinitorum, qui in eis electi fuere, claudit. Secunda Chronologiam Seraficam, in qua personae, quae vita sanctitate, & miraculorum gloria claruere, includit: tertia, Cathalogum omnium Conventuum, & Monasteriorum, ac numerum tam Fratrum, quam Monialium, quibus praestat vitam vivere, nec non earum, atque eorum, qui aliqua opera scripsere concludit. fol.

Coroa de Rosas, transformadas em saudaçoens Angelicas, de que se compoem a sacratissima Coroa Marianna, e Serafica dos sette gozos Dores, e glorias de Maria Santissima Senhora Nossa que a mesma Senhora ensinou a contemplar em Mysterios a hum Noviço da Religiaõ dos Menores, por ventura portuguez do Santo e Real Convento de S. Francisco da Villa de Alanquer da santa Provincia de Portugal. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]