Fr. MANOEL DE S. PLACIDO SALTA, natural de Lisboa, e alumno da Serafica Provincia de Portugal, que acreditou com o seu grande talento sendo dos celebres Oradores Evangelicos do seu tempo em cujo sagrado ministerio conciliou universaes aplausos. Mereceo particular estimaçaõ da Magestade del-Rey D. Pedro II. conservada até a morte deste Principe de que he testemunha indelevel a relaçaõ della. Foy Guardiaõ do Convento de Santa Christina em 1678., do Espirito Santo do Cartaxo em 1689. Confessor das Religiosas dos Mosteiros da Castanheira, Calvario em Lisboa, e de Abrantes. Cheyo de merecimentos, e annos que o reduziraõ ao estado da innocencia falleceo no Convento de Lisboa no anno de 1717. Publicou.

Sermaõ na Profissaõ de duas Irmaãs que vieraõ da Cidade da Bahia tomar o habito de Religiosas neste Reyno de Portugal prégado em o dia da Conceiçaõ no Mosteiro de Marvilla da Ordem de Santa Brizida. Lisboa por Manoel Lopes Ferreira 1699. 4.

Sermaõ em acçaõ de graças pela saude recuperada delRey Nosso Senhor na Ermida de Nossa Senhora das Necessidades no regresso, que a sua Imagem fez do Palacio na tarde de 28. de Fevereiro de 1705. ibi por Manoel e Jozé Lopes Ferreira. 1705.

Sermoens varios. Lisboa pelos ditos Impressores. 1709. 4.

Delle faz duplicada memoria Fr. Fernando da Soled. Hist. Seraf. da Provinc. De Portug. Part. 3. liv. 1. cap. 21 e Part. 5 . liv. 5. cap. 50.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]