A tese tem como objectivo evidenciar, de forma abrangente e sistematizada, as transformações que ocorreram na actividade editorial e livreira em Portugal durante a década de 70 do século XX, na conjuntura que precedeu a implantação da democracia em 25 de Abril de 1974 e na que lhe sucedeu, e concluir sobre o respectivo contributo sociocultural no contexto português.

 

Rui Beja, economista e investigador/colaborador do Centro de Línguas Literaturas e Culturas da Universidade de Aveiro, nasceu em Lisboa em Janeiro de 1944, é licenciado em Controlo Financeiro pelo ISCAL e mestre em Estudos Editoriais pela Universidade de Aveiro. Ao longo de três décadas, com início em 1971, esteve ligado ao Círculo de Leitores; entre 1992 e 2001 exerceu como presidente da empresa, cargo que acumulou com a presidência do Conselho de Administração da Fundação Círculo de Leitores. Em 2007/2008 foi docente de Gestão Editorial no Mestrado em Estudos Editoriais, na qualidade de Professor Auxiliar Convidado da Universidade de Aveiro, e em Julho de 2008 foi eleito presidente da Direcção da APEL em representação da Lisboa Editora. É autor dos livros Risk Management: Gestão, Relato e Auditoria dos Riscos do Negócio (2004), À Janela dos Livros: Memória de 30 anos de Círculo de Leitores (2011) e A Edição em Portugal (1970-2010): Percursos e Perspectivas (2012). É co-autor do estudo Comércio livreiro em Portugal: Estado da arte na segunda década do século XXI (2014) desenvolvido no âmbito do CIES-IUL.