MARIO DONATI, filho de Felix Donati nobre patricio Romano, e de D. Leonor Nunes natural de Coimbra, e por esta causa admitido á Bibliotheca Lusitana. Naceo em Roma, onde casou, e falleceo em idade florente no anno de 1670. Era muito aplicado á liçaõ dos livros, de grande engenho, e capacidade, como mostrou em varias composiçoens. Polio, e ampliou a narraçaõ da vida, e morte do V. Fr. Francisco Donati da illustrissima Ordem dos Prégadores seu Tio paterno, e se publicou com este titulo

Breve racconto della Vita, Missioni, e morte gioriosa del V. P. M. Fr. Francesco Donati del Ordine Predicatori descrito de Monsignor Sebastiani, Fr. Giusepe di Santa Maria Vescovo de Bisignano. Roma, por Filippo Maria Mancini. 1669. 4.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]