MATHEOS DA SYLVA CABRAL, filho de Bernardo da Sylva, e Filippa da Costa, naceo em a Villa de Setuval, e na Parochial de S. Juliaõ recebeo a primeira graça a 4 de Outubro de 1666. Estudou a lingoa Latina na patria, e na Universidade de Coimbra Direito Civil fazendo o seu engenho insignes progressos ern ambas estas aplicaçoens, como tambem na Historia Sagrada, e profana, e Poetica em que naõ he infeliz o seu enthusiasmo. Compoz as seguintes Comedias.

Los Empeños de un engaño.

Lo que hadeser nò se escusa.

No es mal el que en bien acaba.

Segunda Parte da Novella intitulada. O Amante Desgraçado, e Vida de Peralvilho de Cordova.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]