D. MIGUEL DE S. AGOSTINHO, natural da Cidade de Evora, filho de Diogo Peçanha Falcaõ da principal nobreza, daquella Cidade. Recebeo o habito de Conego Regrante no Real Convento de S. Cruz de Coimbra a 22 de Julho de 1577, onde pela sua grande litteratura, e grave prudencia quatro vezes obteve o lugar honorifico de Geral da sua Canonica Congregaçaõ. Para procurar os mayores negocios em que era interessada, foy mandado a Roma, e como recebesse do Pontifice, e Cardiaes particulares favores alcançou prompto delpacho ás suas suplicas. Presidio no anno de 1610 ao Capitulo dos Monges Benedictinos, cuja incumbencia lhe renunciara o Nuncio Apostolico Gaspar Pauluci, e no anno seguinte visitou aos Conegos da Congregaçaõ do Evangelista, fazendo que os Prelados fossem trienaes que até aquelle tempo eraõ annuaes. Nestas duas incumbencias mostrou claramente o prudente juizo de que era ornado, e de hum tal equilibrio, que nunca pode ser acusada de menos recta a sua intençaõ. Falleceo a 29 de Outubro de 1650, quando contava 93 annos de idade e 73 de Religioso. Compoz

Doutrina Moral de Principes, Superiores Conselheiros Ministros, e Julgadores. fol. M. S.

Noticias do Reino de Portugal, e da Ordem Canonica Augustiniana. fol. 2. Tom. Conservaõ-se estas obras no Convento Real de S. Cruz de Coimbra.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]