PEDRO AFFONSO DE VASCONCELLOS, natural da Cidade de Leiria, onde quando contava 11 annos de idade aprendeo a lingoa latina do insigne Mestre Christovaõ Gomes de Abreu no breve espaço de onze mezes. Para se instruir nas sciencias severas passou á Universidade de Coimbra, na qual frequentando o estudo dos sagrados Canones recebeo o grao de Bacharel nesta Faculdade. A innocencia dos costumes unida com a profundidade da sciencia o habilitaraõ para ser familiar da Casa do Illustrissimo Arcebispo de Evora D. Theotonio de Bragança. Por ordem deste vigilante Prelado assistio em Madrid com a incumbencia de gravissimos negocios pertencentes á sua Igreja; e depois partio a Roma para visitar em seu nome o Sepulcro dos Santos Apostolos. Naõ sómente era douto na profissaõ de ambos os Direitos, mas na Arte da Poesia, e liçaõ da Historia. Delle fazem mençaõ Nic. Ant. Bib. Hisp. Tom. 2. pag. 133. col. 2. Leitaõ Notic. Chronol. da Univ. de Coimb. p. 119. e 120. Joan. Soar. de Brito Theatr. Lusit. Litter. lit. P. n. 19. e Manoel de Faria e Sousa Ind. dos Author. Portug. M. S. Compoz

Harmonia Rubricarum Juris Canonici primma, & secunda Pars. Conimbricae apud Antonium de Mariz 1588. 4. & Matriti per Petrum de Madrigal 1590. 4.

Tratado da dignidade dos Duques, e seu principio. Dedicado ao Duque de Villa-Real D. Manoel de Menezes.

Poesias varias. Entre ellas estava huma intitulada Tisbea semelhante á Arcadia de Sanazaro. Conservavaõ-se na Livraria do celebre Antiquario Manoel Severim de Faria, Chantre de Evora.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]