Fr. PEDRO DAS CHAGAS, chamado no seculo Pedro Lopez de Mattos naceo em o lugar de Arcuzelo das Mayas Freguezia de S. Pedro do Bispado de Vizeu a 4 de Janeiro de 1670. Foraõ seus Pays Fructuoso Francisco de Mattos, e Maria Nunes. Na escola do Padre Manoel Pinto de Azevedo grande Gramatico aprendeo os rudimentos da lingoa Latina, e sahio nella taõ perito, que partindo para a Universidade de Coimbra igual progresso fez na Filosofia recebendo o gráo de Mestre em Artes, e sendo Examinador de Bachareis. Ao tempo que estudava Direito Pontificio ouvio prégar a Fr. Paulo de Santa Tereza celebre Missionario do Convento de Varatojo, e se sentio taõ penetrado, que recolhido á sua patria, e ordenando-se de Presbitero se resolveo a mudar de estado, e de vida. Depois de fazer duas romarias a Saõ Gonçalo de Amarante, e outra a Saõ-Tiago de Galiza voltou á Patria, e fingindo fazer terceira ao famoso Sanctuario da Senhora de Nazareth buscou o Convento de Varatojo, onde pedindo com suma humildade o habito Serafico lhe foy concedido pela geral opiniaõ que havia das suas letras, e virtudes. Completo o anno do Noviciado começou a prégar com tal fervor, que naõ havia Cidade do Reino que naõ o pertendesse para seu Missionario, pedindo o Illustrissimo Arcebispo de Braga Ruy de Moura Telles, e os Bispos de Miranda D. Joaõ de Sousa de Carvalho, e de Vizeu D. Jeronymo Soares, que viesse a instruir as suas ovelhas com o saudavel pasto da sua doutrina. Partindo para o Convento de S. Francisco da Villa de Chaves disse ao seu companheiro que havia ser o seu cemiterio, e assim se cumprio fallecendo a 25 de Agosto como tinha vaticinado. Compoz em verso elegante.

Jornada a Saõ-Tiago de Galiza. 4. M. S. Esta obra a levou quando se recolheo á Religiaõ.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]