D. PEDRO DE BRITO COUTINHO, natural da Villa de Almeida em a Provincia da Beira, e filho de Diogo de Brito do Rio Fidalgo da Casa Real Cavalleiro da Ordem de Christo, e de sua segunda mulher D. Joanna Coutinho filha de D. Jeronymo Lobo Trinchante delRey D. Sebastiaõ. Degenerando da fidelidade dos seus Ascendentes se retirou quando foy aclamado legitimo Sucessor de Portugal o Serenissimo Senhor D. Joaõ o IV. para Castella, onde foy Cavalleiro da Ordem de Calatrava. Do estudo Genealogico teve profunda instruçaõ, e ainda que perdeo a vista nunca deixou de continuar as muitas obras que compoz intitulando-o D. Jozé Pellicer Bib. de sus Escritos pag. 42. o Homero dos Genealogicos, como o Grego o foy dos Poetas. Com diversos elogios fallaõ delle os mais celebres Genealogistas como D. Luiz Salazar e Castro, que familiarmente o tratou na Hist. da Casa de Sylva. Tom. 1. liv. 6. cap. 13. §. 2. e na Casa de Lara. liv. 1. cap. 11. D. Antonio Soar. de Alarcaõ Relaç. Geneal. cap. 6. fol. 147. Franckenau Bib. Hisp. Herald. pag. 331 e o Padre D. Antonio Caet. de Sousa Apparat. a Hist. Gen. da Cas. Real pag. 117. §. 128. e Bremond de Gusmana Stirpe D. Domin. pag. 32. Escreveo

Memorial da Casa de Menezes no ramo de D. Luiz de Menezes Conde de Tarouca intitulado Marquez de Penalva. Delle faz memoria Salazar Advert. Hist. fol. 337. Conserva-se hum exemplar na Livraria do Excellentissimo Marquez do Louriçal.

Memorial por D. Fernando de Noronha Conde de Linhares. Feito á instancia deste Cavalheiro, e lhe acrecentou Taboas Chronologicas da Familia de Noronha, como refere Pellizer Bib. dos seus escrit. fol. 138, e 153.

Origem, e sucessaõ da Casa de Coutinho. M. S. Desta Casa procedia o Author pela parte materna, e pela paterna dos Condes de Borba, Redondo, e Marialva.

Tratado da Casa de Gusmaõ. Foy esta obra composta no anno de 1669 em obzequio do Duque de Medina a Sidonia. Delle faz mençaõ Salazar Hist. Gen. da Cas. de Lara. liv. 1. cap. 11.

Genealogia da Casa de Fonceca. Desta se lembra Pellizer no lugar assima allegado.

Origem da Casa de Portocarrero. D. Luiz Salazar Advert. Historie pag. 335. affirma que a vira.

Genealogia Historica dos Duques de Albuquerque. Estava prompta para a Impressaõ. O original se conserva no Archivo dos Duques de Albuquerque, como escreve Franckenau Bíb. Hisp. Gen. Herald. pag. 337. n. 1213.

Lagrimas de Portugal. Obra historica em que relata com animo affecto ao dominio Castelhano a revoluçaõ de Portugal sucedida no anno de 1640.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]