D. Fr. PEDRO DE SOUSA, natural da Villa do Pombal do Bispado de Coimbra. Teve por illustres Progenitores a Luiz de Sousa Vasconcellos Comendador, e Alcaide mór do Pombal, e Senhor de Mouta Santa, e a D. Maria de Moura Dama da Serenissima Rainha de Castella D. Margarida de Austria. Recebeo a Monachal cogulla do Principe dos Patriarchas S. Bento no Convento de S. Tyrso a 15 de Março de 1614. Sendo Doutor Theologo pela Universidade de Coimbra subio a Geral da sua monastica Congregaçaõ no anno de 1641, e foy Confessor delRey D. Affonso VI. O Principe Regente attendendo aos seus merecimentos o nomeou Bispo de Angra, em cuja dignidade se naõ sagrou por fallecer no Convento de Lisboa a 14 de Janeiro de 1668 antes de chegar a Bulla da confirmaçaõ. Compoz, e imprimio

Arvore Benedictina. He explicaçaõ da Arvore de S. Bento em huma folha aberta ao largo daquella que está pintada em hum grande quadro na Portaria do Convento de Lisboa.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]