Fr. LUCAS DE SANTA CATHERINA natural de Lisboa onde teve por Pays Manoel de Andrade Barreto Cantor da Capella Real, e Paschoa de Mesa. Quando contava 20. annos de idade professou o sagrado instituto da Illustrissima Ordem dos Pregadores em o Real Convento de Bemfica a 11. de Abril de 1680. onde aprendidas as sciencias escholasticas se aplicou com mayor disvelo ao estudo da Historia Ecclesiastica, e secular pelo qual se fez digno de ser eleito Chronista da sua Provincia, e Academico da Academia Real da Historia Portugueza sendo dos primeiros sincoenta Collegas de que se formou este congresso igualmente illustre, e erudito para escrever as Memorias Historicas da Religiaõ de Malta em Portugal. Huma, e outra empreza, ainda que arduas, egregiamente dezempenhou merecendo aplauzo pela madureza do exame, e elegancia do estilo com que escreveo taõ diversos assumptos. Foy dotado de natural cadencia para a Poesia Portugueza, e Castelhana em cujos idiomas foy feliz a sua Musa principalmente nos assumptos jocosos. Na conversaçaõ conciliou as atençoens de todos que della participavaõ por ser discreta, e jovial. Ao tempo que cumpria 80. annos de idade morreo repentinamente a 6. de Outubro de 1740. com 60. annos de habito. Delle faz memoria o Padre Fr. Pedro Monteiro Claustr. Dom. Tom. 3. p. 248. Compoz.

Estrella Dominica novamente descuberta no Ceo da Igreja. Historia Panegyrica ornada com todo o genero de erudiçaõ Divina e humana 1. Tom. Lisboa por Valentim da Costa Deslandes 1709. 4.

Segundo Tomo. Lisboa na Officina Real Deslandesiana 1713. 4.

Cathalogo dos Mestres da Ordem do Templo Portuguezes que tiveraõ, e exercitaraõ este Titulo, e cargo nesta Coroa Portugueza, e em outros da Espanha. Lisboa por Paschoal da Sylva Impressor de Sua Magestade, e da Acad. Real 1722. fol. sahio no 2. Tom. da Collec. dos Docum. da Acad. Real.

Conta dos seus estudos Academicos dada no Paço a 22. de Outubro de 1722. Sahio no 2. Tom. da Collec. dos Docum. da Acad. Cathalogo dos gram Priores do Crato da Ordem de S. Ioaõ de Malta. Sahio no 4. Tomo da Collec. dos Docum. da Acad. Lisboa por Paschoal da Sylva 1724. fol.

Conta dos seus Estudos Academicos no Paço a 7. de Setembro de 1724. Sahio no Tom. 4. da Collec. Conta dos seus estudos Academicos no Paço a 7. de Setembro de 1726. Sahio no Tom. 6. da Collec. Lisboa por Paschoal da Sylva 1626. fol.

Elogio do Padre Fr. Fernando de Abreu da Ordem dos Prégadores em 13. de Março de 1727. Sahio no Tom. 7. da Collec. dos Docum. da Acad. Lisboa por Pascoal da Sylva 1727. fol.

Dissertaçaõ fobre o primeiro Convento que teve a Ordem de Malta nesta Coroa. No Tom. 8. da Collec. Lisboa pelo dito Impressor 1728. fol.

Conta dos seus Estudos Academicos em 22. de Julho de 1728. No Tom. 8. da Collec.

Conta dos seus Estudos Academicos em 7. de Outubro de 1728. No Tom. 8. da Colleçaõ

Apologia Analytica sobre o Mosteiro das Religiosas de Estremoz de S. Ioaõ da Penitencia de que resolveo certo author que naõ era do habito, e profissaõ de Malta. No Tom. 9. da Colleçaõ Lisboa por Paschoal da Sylva 1729. fol.

Conta dos seus Estudos Academicos no 1. de Março de 1731. No Tom 11. da Colleçaõ Lisboa 1731. fol.

Conta dos seus Estudos Academicos em 6. de Agosto de 1731. No Tom. 11. da Colleçaõ

Conta dos seus estudos em 15. de Mayo de 1732. No Tom. 11. da Colleçaõ

Conta dos seus estudos Academicos em 20. de Novembro de 1732. No Tom. 11. da Colleçaõ

Conta dos seus estudos Academicos em 18. de Junho de 1733. No Tom. 12. da Colleçaõ Lisboa 1733. fol.

Historia de S. Domingos particular do Reyno, e Conquistas de Portugal, quarta parte. Lisboa por Jozé Antonio da Sylva Impressor da Acad. 1733. fol. Continuaçaõ das Tres Partes, que deixou elegantemente escritas o Padre Fr. Luiz de Souza.

Memorias da Ordem militar de S. Ioaõ de Malta Tom. 1. Lisboa por Jozé Antonio da Sylva Impressor da Acad. Real 1734. 4. grande.

O Racional da Graça. Trezena predicativa de Santo Antonio repartida em treze discursos dos dias da sua celebridade. Lisboa na Officina da Musica. 1735. 4.

Com o nome de Feliz da Castanheira Turacen anagramma puro do seu nome publicou

Seraõ politico, abuso emendado. Lisboa por Valentim da Costa Deslandes 1704. 4. & ibi por Bernardo da Costa 1723. 4. Consta de tres Novellas, ou tres Seroens para tres noutes em que estaõ muitas Poesias Portuguezas, e Castelhanas ferias, e jocosas.

Oriente illustrado, Primicias Gentilicas &c. Lisboa por Jozé Antonio da Sylva 1727. 4. He hum Auto muito largo da Adoraçaõ dos Reys Magos em verso.

Romance Jocoserio em aplauzo da Canonizaçaõ de S. Ioaõ da Cruz. Sahio a pag. 412. até 421. das Mem. Hist. Paneg. e Metric. do sagrado culto com que o Convento do Carmo de Lisboa celebrou a Canonizaçaõ do Doutor Mystico S. Ioaõ da Cruz. Lisboa por Miguel Rodrigues. 1728. 4.

Obras M. S.

O Thaumaturgo do Rozario. Vida de S. Domingos com reflexoens eruditas. fol.

Pantheon Evangelico. Consta de 50 Panegyricos fol.

Discursos Asceticos 4.

Tribunal da Conciencia. 4.

Panegyricos Sacros. 4.

De todas estas obras faz elle memoria na Quarta Parte da Hist. de S. Domingos a pag. 937. alem de diversas cartas, discursos predicativos, e Poesias a varios assumptos em estilo serio, e jocoso que se conservaõ em poder de muitos curiosos.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]