SYLVESTRE GOMES DE MORAES, naceo na Villa de Torres-Novas do Patriarchado de Lisboa a 31 de Dezembro de 1644, sendo filho de Laureano Gomes de Moraes Medico de profissaõ, e D. Mariana de Figueiró. Estudou na Universidade de Coimbra Direito Cesario, em que sahio profundamente versado pelo grande talento de que o dotou a natureza. Foy Advogado da Casa da Suplicaçaõ, Procurador da Fazenda da Casa, e Estado de Aveiro, e das Mitras de Coimbra, Algarve, e Bahia. Falleceo piamente em Lisboa a 14 de Fevereiro de 1723, quando contava a provecta idade de 79 annos. Jaz sepultado na Parochia de Santa Cruz do Castello. Depois de fallecido se observou ter aspecto agradavel, e os membros flexiveis, e passados tres annos foy achado incorrupto, sinaes com que Deos quiz manifestar o premio que alcançara na outra vida pela ardente charidade de que uzou com os pobres aos quaes fez depositarios de quanto possuia. Da sua sciencia juridica seraõ eternos monumentos as obras seguintes.

Tractatus de executoribus instrumentorum, & sententiarum Tomus primus, in sex libros divisus ad Comment. Ord. Regni lib. 3. Tit. 25. Tit. 59. §. 15. Tit. 86. Tit.87. Tit. 91. Tit. 92. Tit. 93. & lib. 4. Tit. 72. e 76. Ulyssipone apud Valentinum da Costa Deslandes 1706. fol. & Conimbricae apud Ludovicum Secco Ferreira. 1729. fol.

Tomus secundus. Ulyssipone apud Petrum Ferreira Curiae Typ.1730. fol.

Tomus tertius. ibi apud eumdem Typ. 1733. fol.

Com o affectado nome de Vicente Alarte, publicou

Agricultura da vinha. Lisboa na Officina Deslandesiana 1711. 8. e Coimbra por Jozé Antunes da Sylva. 1733. 8. He huma instruçaõ para os Agricultores das vinhas.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]