P. SEBASTIAÕ RIBEIRO. Naceo em a Cidade de Evora da Provincia Transtagana sendo filho de Pays nobres, quaes eraõ Francisco de Faria de Villa-Nova, Cavalleiro professo da Ordem de Christo, e D. Juliana Pimentel de Vasconcellos. Na idade mais florente recebeo a roupeta de S. Filippe Neri em a Congregaçaõ de Lisboa a 19 de Janeiro de 1687 para ser o mais nobre ornato de taõ grave Comunidade. Nos rudimentos das sciencias escolasticas mostrou a felicidade da memoria, e perspicacia do juizo para penetrar as mayores difficuldades, das quaes foy agudissimo interprete quando dictou Filosofia, e Theologia, de cujas Faculdades tenho a virtuosa jactancia de ser seu ouvinte. Igualmente era venerado o seu talento, ou fosse defendendo, ou arguindo, naõ podendo o ardor da disputa alterar-lhe a serenidade do semblante. No lugar de Preposito deu a conhecer mais a benevolencia de Pay, que a severidade de Superior. Mereceo o declarado afecto da Magestade do Senhor D. Joaõ V. consultando-o nas materias mais graves em que o seu voto sendo livre, e judicioso era sempre preferido a outros mais parciaes da vontade do Principe, que da justiça da Cauza. Falleceo intempestivamente a 6 de Setembro de 1718, cuja memoria será eternamente saudosa aos seus Congregados.

Compoz

Jansenismus redivivus alterius tamen Alexandri gladio jugulatus, ac recens Clementis XI. anathemate fulguritus; seu Dissertationes Theorico-Morales adversus Propositiones 132 à Summis Pontificibus Alexandro VIII, & Clemente XI.

damnatis: unà cum Appendice de Praecepto amandi Deum, & Peccato Philosophico super alterum ejusdem Alexandri Decretum &c. fol. M. S. Conserva-se no Archivo da Congregaçaõ do Oratorio.

Disceptatio Theologica de Deiparae, ac Sanctorum Caelitum invocatione in duas partes distributa & c. habita cum quodam haeretico Anglicano. fol. M. S. Conserva-se na Bibliotheca Mariana da mesma Congregaçaõ.

Tractatus Theologicus de Beatitudine. Nelle prova com graves fundamentos que a Virgem Santissima logrou da Visaõ Beatifica em quanto era Viadora.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]