D. SEBASTIAÕ MONTEIRO DA VIDE, naceo na Villa de Monforte do Bispado de Elvas da Provincia Transtagana a 19 de Março de 1643, onde teve por Pays a Domingos Martins da Vide, e Beatriz Moutosa. Sendo de 17 annos entrou na Companhia de Jesus em o Noviciado de Evora a 22 de Mayo de 1659, donde sahindo passou á Universidade de Coimbra, e aplicado aos sagrados Canones nelles recebeo o grao de Bacharel com satisfaçaõ dos Cathedraticos. A fama da sua litteratura unida com a rectidaõ do procedimento o constituiraõ digno de ser Dezembargador da Relaçaõ Ecclesiastica, Vigario Geral do Arcebispado de Lisboa, e Prior da Parochial Igreja de Santa Marinha na mesma Cidade. Atendendo a Magestade delRey D. Pedro II. aos seus merecimentos o nomeou Arcebispo da Bahia a 8 de Mayo de 1701, em cuja dignidade sendo sagrado a 21 de Dezembro do dito anno partio a 3 de Março de 1702, e chegando á Bahia em 20 de Mayo, a 22 tomou posse da sua Diocese. Constando o seu rebanho de ovelhas muito opulentas nunca se aproveitou da sua riqueza, antes sempre viveo com summa parcimonia empregando o que lhe restava dos gastos precisos na reedificaçaõ do Palacio para mais comoda habitaçaõ de seus sucessores. Por sua deligencia se augmentaraõ as rendas, e o numero dos Conegos da Cathedral, como tambem muitas Parochias para se administrarem com promptidaõ os Sacramentos ás suas ovelhas. Para direçaõ da Diocese celebrou Synodo em 12 de Junho de 1707 em que fez as Constituiçoens que manifestaõ a profunda sciencia que tinha de hum, e outro Direito. Cheyo de virtudes, e annos que chegavaõ a 80 falleceo piamente a 7 de Setembro de 1722. Jaz sepultado na Capella mór da Cathedral ao lado da Epistola, e na Campa estaõ abertas as suas Armas cõ o seguinte disticho por epitafio.

Brasiliae leges, Templi augmenta paravit,

Venturis magnam Praesulibusque domum.

Obdormivit in Domino 7. Setembris anno MDCCXXII.

Deste Prelado faz honorifica memoria Marangoni Thesaur. Paroch. Tom. 2. p. 127. Compoz

Constituiçoens primeiras do Arcebispado da Bahia feitas, e ordenadas pelo Illustrissimo e Reverendissimo Senhor D. Sebastiaõ Monteiro da Vide, Arcebispo da Bahia, e do Conselho de Sua Magestade propostas, e aceitas em o Synodo

Diocezano celebrado em 12 de Junho de 1707. Lisboa por Paschoal da Sylva Impressor de S. Magestade 1719. fol.

Historia da Vida, e morte da Madre Soror Victoria da Encarnaçaõ religiosa professa no Convento de S. Clara do Desterro da Cidade da Bahia. Roma por Joaõ Domingos Chracas. 1720. 8.

Exhortaçaõ á perseverança da Via-Sacra na fórma, que se pratica no Arcebispado da Bahia com huma breve instruçaõ da doctrina Christã. Lisboa por Antonio Pedroso Galraõ 1723. 16.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]