P. SIMAÕ DE ALMEIDA, natural de Lisboa, e filho de Manoel de Almeida, e Anna Tavares. Na idade juvenil recebeo a roupeta de S. Filippe Neri na Congregaçaõ do Oratorio da sua patria a 8 de Setembro de 1686, onde conduzio em o Confessionario muitas almas para o caminho da perfeiçaõ evangelica. Falleceo piamente a 2 de Novembro de 1727. Foy muito perito nas Cerimonias Ecclesiasticas, escrevendo

Directorio Critico, e Politico, Historico, e Theologico acerca das Missas cantadas, e outras cousas a ellas concernentes. 4. 4. Tomos. Conserva-se M. S. na Bibliotheca Real.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]