Fr. THOMAZ DE SOUSA. Naceo em Lisboa a 7 de Março de 1693. Foraõ seus progenitores Joaõ de Sousa de Azevedo, e Antonia do Amaral. No Convento patrio da Ordem da Santissima Trindade recebeo o habito a 22 de Novembro de 1711, e professou solemnemente a 23 do dito mez do anno seguinte. Aprendeo com disvelo as sciencias Escolasticas, que ensinou aos seus domesticos até jubilar na Cadeira de Prima de Theologia. No pulpito foy ouvido com summa attençaõ por serem os seus discursos os solidos, e elegantes. Foy ornado de genio affavel, e modestia religiosa com que atrahia a todos que o viaõ, e tratavaõ. De Reitor do Collegio de Coimbra, e Secretario da Provincia subio a Provincial, e no ultimo anno do governo falleceo piamente no Convento de Lisboa a 30 de Janeiro de 1747, quando contava 54 annos de idade, e 46 de Religiaõ. Publicou

Sermaõ, ou Problema Panegyrico na gloriosa Canonizaçaõ dos esclarecidos dous filhos da sagrada Companhia de Jesus, S. Luiz Gonzaga, e Santo Estanislao Koska, prégado no 2 dia do solemne Oitavario, que lhes celebrou a Casa professa de S. Roque de Lisboa. Lisboa por Manoel Fernandes da Costa Impressor do S. Officio 1728. 4.

Sermaõ em açaõ de graças ao recolher da solemne Procissaõ com que os Religiosos da Santissima Trindade Redempçaõ de Cativos da Provincia de Portugal conduziraõ no dia 25 de Abril de 1729 á sua Igreja, e Convento de Lisboa a 111 Cativos, que por ordem delRey N. S. haviaõ resgatado em Maquines, &c. Lisboa na Officina da Musica. 1729. 4.

Sermaõ do milagroso, e esclarecido Patriarca S. Caetano Fundador da sempre illustre, Apostolica, e exemplar Religiaõ dos Clerigos Regulares da Divina Providencia prégado na Igreja dos mesmos Religiosos desta Corte a 7 de Agosto de 1730. 4.

 

 [Bibliotheca Lusitana, vol. III]