Fr. URBANO DA LOUSÃA, cujo apelido denota a sua patria, situada no Bispado de Coimbra. Professou o instituto Cisterciense, e foy muito perito no Direito Canonico. Escreveo

Decreta Pontificia variarum consultationum. M. S. Conserva-se na Real Bibliotheca de Alcobaça.

 

[Bibliotheca Lusitana, vol. III]